O laço e o abraço

Meu Deus! Como é engraçado! Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço…


Uma fita dando voltas.


enrosca-se, mas não se embola, vira, revira, circula e pronto:


está dado o laço.



É assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de braço.


É assim que é o laço: um laço no presente, no cabelo, no vestido, em qualquer lugar que se precise enfeitar.


E quando a gente puxa uma ponta, o que é que acontece?


Vai escorregando devagarinho, desmancha, desfaz o laço.


Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido.



E na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço.



Ah! Então é assim o amor, a amizade.


Tudo que é sentimento?


Como um pedaço de fita?


Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora, deixando livre as duas bandas do laço.



Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade.


E quando alguém briga, então se diz:


- romperam-se os laços.


E saem as duas partes, igual os pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço.


Então o amor é isso…


Não prende, não escraviza, não aperta, não sufoca.



Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço!



Maria Beatriz Marinho Dos Anjos


Featured Posts
Posts em breve
Fique ligado...
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Nenhum tag.
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square